As blitze ocorreram em quatro pontos da cidade. Uma delas na avenida Patrício Lima, no bairro Humaitá.
As blitze ocorreram em quatro pontos da cidade. Uma delas na avenida Patrício Lima, no bairro Humaitá.

Tubarão

Com o principal foco de abordar as motocicletas, a Polícia Militar de Tubarão deflagrou ontem, durante o dia, a Operação Duas Rodas. Outros tipos de veículos também foram vistoriados, no entanto, grande parte da ação ocorreu com as motocicletas, em função do grande número de assaltos praticados com este tipo de transporte.

O objetivo foi atuar nas áreas com histórico de tráfico de drogas e roubos a estabelecimentos comerciais. A operação resultou em 28 autos de infração de trânsito e seis motocicletas apreendidas com documentação irregular, que foram levadas para o pátio da JF Guinchos. Segundo a PM, 291 veículos, entre motos e carros, foram abordados.
Um homem de 25 anos foi preso e encaminhado à Central de Plantão Policial (CPP) para os procedimentos. Quando ele viu a barreira policial, tentou fugir, mas foi pego. O homem possuía um mandado de prisão em aberto pelo crime de receptação no estado da Bahia.

Quatro barreiras fixas (bairros Passagem, Revoredo, Oficinas e Humaitá de Cima), com um efetivo de 45 policiais, foram montadas na cidade. Seis policiais com motocicletas realizaram rondas itinerantes em vários pontos, além do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), que fez incursões em áreas de risco.
Um morador de 52 anos, de Humaitá de Cima, demonstrou muita satisfação ao ver os policiais nas ruas da localidade. “Isto teria que ser feito todos os dias porque inibe a atuação dos bandidos. O negócio aqui está feio, não tem mais hora para eles roubarem. Ficamos bem mais tranquilos com a presença da polícia aqui”, comentou. A operação teve reinício às 20 horas e estendeu-se até a 1 hora de hoje.