Tubarão

A volta para casa ontem não foi tão estressante como a do último feriado prolongado, de Corpus Christi, em 3 de junho. O movimento nas rodovias catarinenses aumentou 40% em relação aos dias normais. Não houve grandes congestionamentos no estado, somente lentidão em alguns pontos.

Na BR- 101, entre Içara e Laguna, não houve registro de mortes. Neste ponto, 17 acidentes foram registrados até ontem, no início da noite. Dez pessoas ficaram feridas, uma em estado grave, que não corre risco de morte.

A fiscalização foi intensificada pelos patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Tubarão através da Operação 7 de Setembro, que se estendeu até a meia-noite de ontem. Cerca de 400 multas foram aplicadas nas rodovias federais do estado, 51 veículos retidos e nove CNHs apreendidas.

Nas rodovias estaduais, o movimento foi mais intenso e a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) teve trabalho para conter os apressadinhos durante a Operação Independência. Na SC-438 (entre a BR-101 e o planalto serrano), o movimento foi mais intenso no fim da tarde de ontem. Nesta mesma via, no quilômetro 200,35, em Gravatal, a adolescente Paola Machado Francisco, 15 anos, de Tubarão, morreu na sexta-feira.

Nas rodovias estaduais de Santa Catarina, 1.159 multas foram aplicadas, 135 acidentes registrados, 81 pessoas ficaram feridas e sete morreram.