Viaturas de socorro de cinco cidades foram deslocadas para o local do acidente, na BR-101, em Sangão.
Viaturas de socorro de cinco cidades foram deslocadas para o local do acidente, na BR-101, em Sangão.

Rafael Andrade
Sangão

Ao amanhecer deste sábado, sob uma forte neblina, um ônibus leito da empresa Pluma, com 57 passageiros a bordo, tombou na BR-101, em Sangão. Vinte e seis pessoas tiveram ferimentos e precisaram ser encaminhadas ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão, e ao Hospital de Caridade de Jaguaruna (HCJ).
 

Dois passageiros tiveram ferimentos mais graves. Eles não correm risco de morte e devem receber alta ainda hoje. O acidente ocorreu por volta das 5h30min no quilômetro 358 da rodovia, a poucos metros do viaduto de acesso ao município. O motorista do coletivo, Jairo José Silvério, perdeu o controle do veículo em um desvio.
Ele não conseguiu avistar uma placa devido ao forte nevoeiro, invadiu a pista contrária e, para não colidir em outro carro, foi em direção ao canteiro central. Jairo conseguiu evitar o que poderia ser uma das piores tragédias registradas no sul do estado este ano.
 

Havia várias crianças e idosos no veículo, que fazia a linha Curitiba – Porto Alegre. O ônibus ficou parcialmente destruído. Os passageiros que não se machucaram retiraram uma parte dos feridos pelas saídas de emergência com apoio dos bombeiros de cinco cidades da região.
Quatro passageiros continuavam em observação no fim da tarde de ontem, enquanto os demais já haviam sido medicados e liberados. Por volta das 9h30min de sábado, o ônibus foi retirado do local e levado para o pátio de uma empresa de guinchos de Içara. A operação não chegou a causar filas na rodovia.