Cabo Karina e soldado Fernandes, da radiopatrulha da PM de Capivari de Baixo, auxiliaram família de bebê engasgado (foto: Polícia Militar de Capivari de Baixo)

Mais do que fazer o policiamento ostensivo, a Polícia Militar de Santa Catarina está apta e sempre pronta para ajudar qualquer cidadão.

Na tarde desta quinta-feira (6), um destes atos de bravura foi registrado no bairro Alvorada, em Capivari de Baixo. Desesperada, uma mãe telefonou para o 190 para pedir socorro. Seu bebê, de apenas um mês de vida, estava engasgado e ela não sabia o que fazer.

Por telefone, ela foi orientada de como fazer a manobra de heimlich. Ao mesmo tempo, uma das radiopatrulhas da PM, que estava em ronda nas proximidades, foi acionada e deslocada para o endereço.

“Eu estava desesperada. A viatura chegou muito rápido e aí eu entreguei meu filho na mão da policial. Ele já estava desacordado. Ela fez o procedimento e ressuscitou meu menino”, detalha a mãe.

Cabo Karina salvou a vida do bebê de um mês (foto: Polícia Militar de Capivari de Baixo)

A policial que a mãe se refere é a cabo Karina. Ela e o colega, o soldado Fernandes, é quem estava na radiopatrulha que ajudou a família. “Após a manobra, monitoramos a criança até a chegada do Corpo de Bombeiros para prestar a assistência necessária”, completa cabo Karina.

A mãe e a criança foram encaminhadas para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, para checagem da saúde do bebê. Ele passa bem e já voltou para casa.

 

O que fazer em casos de engasgamento?
Segundo a Polícia Militar, as ocorrências envolvendo crianças engasgadas são comuns e é importante que os pais ou responsáveis aprendam a fazer o procedimento para uma eventual urgência.

Quem passar por esse tipo de situação, primeiramente deve tentar manter a calma. O próximo passo é colocar a criança de bruços sobre o antebraço, com o braço levemente abaixado.

Depois é preciso dar tapinhas nas costas do bebê para auxiliar que aquilo que esteja o engasgando, saia.

Ainda que a manobra auxilie, a orientação da PM é para que os pais ou responsáveis não deixem de chamar a emergência, pois mesmo que a criança desengasgue, é bom que seja avaliada por um médico.

A ajuda pode ser chamada junta da Polícia Militar, no 190, ou do Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul