Obras definitivas, como a sinalização horizontal, marcam o fim de uma duplicação que levou 23 anos  - Foto:Dnit SC/Divulgação/Notisul
Obras definitivas, como a sinalização horizontal, marcam o fim de uma duplicação que levou 23 anos - Foto:Dnit SC/Divulgação/Notisul

Rafael Andrade
Tubarão

Dentro do cronograma, os primeiros motoristas da história da nova ponte sobre o rio Tubarão, na BR-101, começaram a passar pela travessia ontem. A obra foi construída no mesmo ponto da demolida Ponte Cavalcanti, localizada na divisa de três importantes e populosos bairros da Cidade Azul: Fábio Silva, Morrotes e São João, e faz parte do que ficou por último, porém não menos importante, do conjunto de obras de arte necessárias que possibilitassem a duplicação do trecho Sul da rodovia.

A 101 demorou 23 anos para ter quatro pistas de rolamentos (dois em direção ao Sul e duas ao Norte) para ser totalmente duplicada no Estado. Foram R$ 28.159.110,44 investidos dos contribuintes, isso mesmo, quase R$ 30 bilhões.

Esta quarta-feira, 28 de setembro de 2016, entra para a história na região, apesar de uma só pista da nova ponte ter sido liberada. Uma camada asfáltica aplicada nesta semana e uma preparação definitiva da cabeceira Norte resultarão na liberação do fluxo total.

Havia – e ainda há – a expectativa de uma cerimônia de inauguração deste último trecho, inclusive com a participação de o presidente Michel Temer. O Notisul tentou, ontem, contato com a equipe que atua na agenda do chefe de Estado brasileiro, mas não obteve confirmação da sua vinda.

O que vale ressaltar é que, com mais este progresso na 101, muitos acidentes serão certamente evitados, já que o fluxo funcionava em pista simples somente em uma ponte – inaugurada no segundo semestre de 2014.

O trecho Sul compreende a pista duplicada entre Palhoça, na Grande Florianópolis e Osório, no Rio Grande do Sul. A instalação da sinalização horizontal definitiva com a pré-demarcação das linhas de orientação para a pintura das faixas de bordo e eixo centro da pista vão continuar nos próximos dias.