Um homem, 37 anos, matou o filho Davi Gabriel Franco da Rosa, de 4 anos, e depois cometeu suicídio na madrugada deste domingo (16) em Piraquara, município da Região Metropolitana de Curitiba. A mãe da criança e o então marido estavam em processo de separação há cerca de um ano, após um relacionamento de oito anos.

Mas o homem não aceitava o término. Foi ela que encontrou os corpos em casa. Em entrevista à Banda B, o tenente Renan, da Polícia Militar, afirmou que a mãe encontrou uma carta escrita pelo pai confirmando a motivação. “Nela, esse pai relata que não aceitava o fim do relacionamento. Então, pode ter esperado ficar sozinho com o filho e cometeu o crime”, explicou.

Segundo levantamento preliminar, a criança foi morta por estrangulamento. O pai foi encontrado enforcado no banheiro. Equipes de Criminalística e o Instituto Médico Legal (IML) recolheram os corpos. A criança será sepultada nesta segunda-feira em Piraquara. O caso será investigado pela Polícia Civil.

O Centro Municipal de Educação Infantil Ivone Martha, onde a criança estudava, teve as aulas canceladas nesta segunda-feira. A instituição publicou uma nota lamentando a morte. “É com muita tristeza, lembranças e saudades que comunicamos o falecimento do nosso querido, doce e meigo aluno Davi. A maneira que se foi é revoltante, porém a certeza de estar em paz nos consola. […] Nossa estrela a partir de hoje irá brilhar no céu e estará em nossas lembranças e coração”, publicou com um vídeo do garoto.

 Foto: Reprodução / Facebook