Uma menina de 2 anos com uma má formação no crânio foi expulsa da creche por causa de sua aparência. A pequena Sofya Zakharova, que vive na República de Bashkortostan na Rússia, nasceu com uma má formação no crânio e também com os dedos das mãos e pés fundidos.

Seus pais tentaram colocá-la na creche, mas os responsáveis pelo local disseram que a pequena não seria aceita porque sua aparência iria assustar as outras crianças. Eles ainda relataram aos pais que só deixariam a pequena frequentar o local após  ter feito a cirurgia para ficar “igual as outras crianças”.

Os pais Svetlana Gizatullina e Rasul são pobres e estão tentando desesperadamente realizar a cirurgia da pequena pelo sistema público de saúde, mas ainda não conseguiram marcar o procedimento.

Enquanto isso, os profissionais de saúde que acompanham o caso de Sofya disseram aos pais e à imprensa local que começar a creche é muito importante para o desenvolvimento da criança. “Quanto antes ela começar a interagir com outras crianças, mais fácil será para lidar com sua condição. Quanto mais interações tiver, mais fácil será para ela se aceitar”, disse a psicóloga educacional Ekaterina Belan.

O caso, obviamente, gerou grande indignação entre a população. O prefeito da cidade decidiu interferir e afirmou que irá ajudar a família a colocar a pequena em uma creche. Contudo, até o momento ela continua sem creche.