A Polícia Civil, por meio da Central de investigação do Continente (CICON), deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 15, mais uma operação para desmantelar as organizações criminosas que agem na região da Grande Florianópolis. As equipes estão cumprindo 58 ordens judiciais, sendo 40 mandados de busca e apreensão e 18 de prisões temporárias.

As investigações da Operação Segunda Divisão apontaram fortes indícios da existência e da atuação de uma organização criminosa que age na comunidade que é conhecida por Morro do Flamengo. As principais lideranças foram apontadas nos relatórios investigativos, motivo pelo qual foram decretadas as prisões cautelares.

Dentre os delitos que estão sendo investigados há indicativos das práticas dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, integrar organização criminosa, porte de armas de diversos calibres, corrupção de menores e crimes contra a vida.

Os cumprimentos das ordens judiciais ocorrem nos municípios de Florianópolis, São José e Palhoça.

A operação policial que está em curso é formada por aproximadamente 130 policiais civis e 40 policiais militares. Participaram da operação policiais das Unidades da Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis, da Diretoria de Polícia do Litoral, Diretoria de Polícia do Interior, Canil K-9, DINI, DIPC e da DEIC, além dos policiais do 22º Batalhão de Polícia Militar, 7º Batalhão de Polícia Militar, Canil/PM e por uma equipe da 11ª RPM.

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul