Buscas por Michel Barbosa serão retomadas na manhã desta terça-feira (18) - Foto: Instagram

Populares e turistas que estavam na Ponta do Canal da Barra, em Laguna, descreveram o quanto desesperador foi o acidente que terminou com o naufrágio de uma lancha, duas pessoas mortas e uma desaparecida na tarde desta sexta-feira (14).

Gustavo Voss Luciano, morador de Morro da Fumaça, estava no local no momento em que a tragédia ocorreu. Ele foi uma das pessoas que telefonou para o Corpo de Bombeiros.

“Ficamos muito assustados e não sabíamos o que fazer. Ligamos imediatamente para os bombeiros”, relata o jovem de 20 anos. Ele estava em Laguna com os pais e a irmã. Eles filmavam alguns botos na Ponta da Barra quando o acidente ocorreu.

O lugar onde a lancha afundou é extremamente perigoso. “O mar estava bem agitado. Eles saíram do Canal da Barra em direção ao mar aberto. Foi quando a embarcação virou”, descreve.

Gustavo conta que a lancha afundou bem próxima aos molhes, mas com o agito das ondas, foi sendo levada cada vez mais para longe. Os passageiros tentavam se agarrar ao casco. Veja no vídeo feito pelo jovem:

O acidente com a lancha ocorreu a alguns metros do ponto em que o estudante Pablo Micael Silvério Sabino, 14 anos, perdeu a vida após se afogar no dia 31 de dezembro último. Essa é a segunda tragédia que ocorre na área, que não tem proteção de guarda-vidas.

A procedência da lancha, propriedade e os motivos que levaram a embarcação naufragar ainda não foram confirmados pelas autoridades. A Capitania dos Portos em Laguna acompanha a situação e abrirá um inquérito administrativo para apurar as causas do acidente.

 

Buscas serão retomadas na manhã deste sábado
Dos sete ocupantes, dois morreram no local: o vereador Ricardo de Moraes Barbosa (48) e o amigo da família Deivid Fernandes (29), conhecido como Jabu. Eles foram resgatados já sem vida. Os bombeiros tentaram as manobras de ressuscitação, mas sem sucesso.

O filho do parlamentar, Michel Ricardo, de 25 anos, segue desaparecido. As buscas pelo corpo foram feitas até as 20 horas desta sexta-feira mas precisaram ser interrompidas por falta de visibilidade.

Os trabalhos serão retomados na manhã deste sábado (15). Michel era licenciado e bacharel em educação física e morava em Videira, também no Oeste catarinense.

Michel, o pai Ricardo e alguns familiares e amigos estavam de férias em Laguna – Foto: Instagram

As outras quatro pessoas que estavam na lancha foram resgatadas, socorridas e seguem em observação no Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos. São eles: Danilo Zago Marcolino, 34 anos, piloto da lancha; Olvio Mattei Neto, 31, Danilo de Mello Maccari, 31 e Rodrigo de Moraes Barbosa Junior, 29 anos.

Os sete homens são se Caçador, no Oeste de Santa Catarina, e estavam de férias em Laguna. Ricardo Barbosa era do PSDB e também ocupava a vaga de primeiro secretário na Câmara de Vereadores. Ele era casado e Michel era seu único filho. A Prefeitura de Caçador decretou luto oficial de três dias pela morte do parlamentar e empresário.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul