#PraCegoVer Na foto, uma viatura da Polícia Militar com o giroflex ligado
- Foto ilustrativa

Ao retornar para casa, na Rua Professora Otilia Mendes Mazzuco, no bairro Lomba, em Orleans, uma mulher encontrou seu pertences em sacolas do lado de fora. Ela bateu na porta, mas o companheiro não deixou que ela entrasse. Eles começaram a discutir e ela ameaçou chamar a Polícia Militar e, segundo relato da mulher, o companheiro respondeu que se ela fizesse isso ela iria “ver o que acontece”. A mulher chamou a PM e uma viatura atendeu o chamado, por volta das 13h10min deste domingo (3). Após ouvir o relato dos dois, os policiais os orientaram que poderia efetuar a devidas representações, mas eles se negaram.

O homem disse que elas ficariam juntos até a segunda-feira (4) e depois iriam se separar. Sem muito o que fazer, os policiais foram embora. Algumas horas depois, por volta das 15h30min, um novo chamado foi feito no mesmo endereço, mas desta vez era o companheiro. Segundo ele, os dois voltaram a discutir, ela pegou uma faca para o ameaçar e disse que colocaria fogo nas suas roupas. Os policiais retomaram na residência e a mulher confessou o que tinha dito e que também tinha pego a faca. Novamente os PM ofereceram o direito ao homem de representar contra a companheira, mas ele não quis.

Fonte: Polícia Militar de Orleans
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul