#PraCegoVer Na foto, a fachada do Fórum de Urussanga
O acidente ocorreu em 2013. O trabalhador teve perda de 90% da capacidade funcional da mão direita - Foto: TJSC | Divulgação

A Prefeitura de Urussanga foi condenada a indenizar em R$ 60 mil um servidor que atuava na coleta de lixo e teve três dedos amputados em um acidente registrado na prensa do caminhão. Ele atuava na função de auxiliar de serviços gerais e em setembro de 2013 sofreu o acidente que lhe causou incapacidade para o trabalho. A decisão é do juiz Roque Lopedote, titular da 2ª Vara da comarca. De acordo com os autos, o acidente ocorreu quando o homem estava no exercício de sua função como coletor de lixo, quando outro profissional, que não era devidamente treinado, acionou a prensa do veículo e provocou o acidente que amputou três dedos da mão direita do autor. O ocorrido causou perda de 90% da capacidade funcional da mão.

A decisão destaca que há prova documental e testemunhal de que o sinistro ocorreu por omissão da municipalidade e de que a administração pública contribuiu decisivamente para o acidente. “Conforme relato das testemunhas, o requerido não ofereceu qualquer capacitação para os trabalhadores acerca do uso da prensa do caminhão de coleta de lixo que ocasionou a amputação dos dedos da mão direita do requerente, agindo, assim, de forma imprudente e negligente”, anotou o magistrado. O município foi condenado a indenizar o servidor em R$ 30 mil por danos morais, mais R$ 30 mil por danos estéticos e ao pagamento de pensão mensal vitalícia correspondente a 90% da remuneração líquida recebida na época do acidente, valores acrescidos de juros e correção monetária. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça da Santa Catarina (TJSC).

Fonte: Tribunal de Justiça da Santa Catarina
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul