Segundo balanço divulgado neste sábado (23) pelo Ministério da Saúde, após a conclusão das operações de socorro, a acidente aéreo de ontem (22) nos arredores do aeroporto de Karachi, no Paquistão, deixou 97 pessoas mortas.

Dois passageiros sobreviveram à tragédia: o presidente do Banco de Punjab, Zafar Masood, e o engenheiro Muhammad Zubair. Todas as vítimas estavam no avião e foram identificadas. Algumas pessoas que estavam nas casas atingidas pela aeronave ficaram feridas.

“Tudo o que eu conseguia ver ao meu redor era fogo, apenas fogo”, disse Zubair, segundo a rede britânica BBC. Segundo ele, ninguém tinha a impressão de que o avião estava para se acidentar. O piloto chegou a reportar uma falha técnica após uma tentativa fracassada de pousar, mas as causas da tragédia estão sendo investigadas.

O avião bateu primeiro em uma torre de celular, antes de cair sobre as casas e explodir.

Capacidade reduzida
Apesar de a aeronave conseguir transportar cerca de 180 pessoas, foi anunciado recentemente que voaria com cerca de 50% da capacidade em todos os voos, para permitir medidas de distanciamento social por conta da pandemia do novo coronavírus.
*Com informações das agências Reuters e Ansa.

Com informações das agências Reuters e Ansa
Foto: Asif Hassan/AFP/C1P