Ao usar o caixa, observe o ambiente  e cubra o teclado com o corpo
Ao usar o caixa, observe o ambiente e cubra o teclado com o corpo

Mirna Graciela
Tubarão

 Os dias movimentados nos bancos são um ‘prato cheio’ para os bandidos. É exatamente nestas condições que eles costumam agir e roubar os clientes. Ontem à tarde, um crime deste tipo ocorreu em Tubarão.
 
Após sair com R$ 4 mil de uma agência no Centro, uma senhora de aproximadamente 35 anos teve a sua bolsa roubada por dois ladrões. Ela sacou R$ 4 mil no caixa eletrônico, acompanhada de seu marido. 
 
Por volta do meio-dia, eles caminhavam na avenida Marcolino Martins Cabral, em direção a um estacionamento. Dois homens em uma motocicleta passaram e arrancaram a bolsa da mulher. Dentro, estavam o dinheiro e documentos.
 
Os bandidos usavam capacetes cinza com preto. A guarnição da PM foi acionada, mas não localizou os suspeitos. “A ação é imediata com este tipo de veículo, eles conseguem fugir e se esconder rapidamente”, alerta um policial.
 
É grande a probabilidade de que o casal já estivesse na mira dos criminosos, que os observava dentro da agência ou do lado de fora recebendo informações de outros envolvidos pelo celular. “Eles agem desta forma, em dias que há grande fluxo de clientes e em períodos de pagamento”, avisa o policial.
 
 
Dicas para você não ser vítima deste golpe
• Evite conversar com pessoas estranhas dentro ou fora do banco.
 
• Antes de utilizar um caixa automático, observe o ambiente. Se o caixa estiver em um local de difícil acesso ou pouco iluminado, vá a outro; 
 
• Cubra a tela e o teclado com o corpo, para que ninguém visualize a sua senha, volume de dinheiro retirado ou qualquer dado da transação;
 
• Guarde rápido o dinheiro, o cartão e o recibo. Deixe para contar as cédulas depois; 
 
• Ao fazer um saque, nunca coloque o dinheiro ou a carteira no bolso de trás.
 
• Se você vir alguém ou alguma coisa suspeita, cancele a sua transação e deixe o caixa imediatamente. Se alguém segui-lo após isto, vá a uma rua movimentada e ligue para a polícia;
 
• Evite pedir ou aceitar ajuda de estranhos. Somente aceite ajuda de funcionários devidamente identificados por crachás.
 
• A maioria dos assaltos ocorre por falta de atenção. Os ladrões preferem atacar quem está distraído ou facilita demais;
 
• Alguns caixas funcionam 24 horas, mas outros apenas durante o expediente. Planeje seu saque com antecedência;
 
• Mude sempre os seus trajetos e horários, evite facilitar a sua localização pelos assaltantes;