Na manhã desta quinta-feira (28), por volta das 6h, a Polícia Militar de Jaguaruna realizou a prisão em flagrante de uma mulher. Ela é suspeita de praticar uma série de furtos em diversas residências na região do Balneário Esplanada.

Durante a realização de patrulhamento preventivo pelo bairro, a guarnição observou um veículo conduzido por uma mulher em atitude suspeita saindo de uma residência. O fato chamou a atenção, pois o automóvel possuía as mesmas características informadas por grupos de Redes de Vizinhos como envolvido em furtos na região.

Ao receber a ordem de parada, a condutora arrancou bruscamente com o veículo, na tentativa de empreender fuga, porém foi abordada metros adiante. Durante a busca policial no interior do veículo, foram encontrados diversos objetos no banco de trás, todos de origem duvidosa, tais como roupas, calçados, louças, eletrodoméstico e produtos alimentícios.

Já no banco da frente foi encontrado um pé de cabra, objeto comumente utilizado para o arrombamento de residências. Em seguida, foi constatado também que a residência da qual a mulher havia saído, estava com a janela arrombada e o seu interior todo revirado.

Desse modo, a guarnição policial deu voz de prisão e conduziu a feminina para a Delegacia de Polícia de Jaguaruna, bem como realizou as autuações pelas infrações de trânsito cometidas por ela durante a tentativa de fuga.

Vale ressaltar que a mulher confessou a prática de outros crimes semelhantes na região bem como confirmou que os demais objetos dos outros crimes estariam no interior de sua residência, em cidade próxima à Jaguaruna.

Após a realização de diligência conjunta com a Polícia Civil, no local indicado pela criminosa, diversos outros objetos de origem suspeita e apontados pela autora como de origem criminosa foram apreendidos, dentre eles eletrodomésticos, roupas, bicicletas, televisores.

Os itens de origem suspeita apreendidos foram divulgados por meio dos grupos da Rede de Vizinhos locais e diversas vítimas compareceram à Delegacia de Polícia para prestarem depoimento e realizarem os procedimentos cabíveis para a sua restituição.

De acordo com a polícia, ainda há diversos objetos de origem suspeita que dependem de reconhecimento das vítimas dos furtos. A orientação é de que os moradores que tiveram suas casas invadidas, compareçam na Delegacia de Polícia Civil de Jaguaruna para que realizem os procedimentos cabíveis, para que sejam adotadas medidas para a restituição.