Wagner da Silva
Braço do Norte

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Braço do Norte emitiu ontem um comunicado para alertar os associados para tomarem cuidado na hora de dar o troco aos clientes. Pelo menos nos últimos 30 dias, três estabelecimentos foram lesados por uma golpista.

Em depoimento na delegacia, os comerciantes informaram que a mulher (de cabelos loiros e cerca de 1,70 metro), de aproximadamente 35 anos, faz uma pequena compra e paga com notas altas, principalmente R$ 100,00. Pouco depois de pegar o troco, ela retorna ao caixa e pede se pode reaver a nota. Durante a troca de valores, a golpista conversa com a pessoa que está no caixa, como forma de distração, e leva praticamente o dobro do valor. “Ela usa a distração do comerciante, fala alto como forma de intimidar as pessoas”, explica o investigador Gustavo Abreu, da Polícia Civil de Braço do Norte.

Segundo ele, para evitar o golpe, o comerciante deve ficar atento. “Para não ter prejuízo, ao desconfiar de alguma pessoa, o melhor é manter a calma, fazer a contagem correta do troco e, se alguma pessoa alterar-se, principalmente no tom de voz, acionar a polícia. Seriam a forma correta de agir a princípio”, indica.