Jaguaruna

O verão começou na noite de ontem e a temporada de afogamentos na região também. Domingo, na Lagoa do Camacho, em Jaguaruna, o aposentado Afonso Mendes de Farias, 53 anos, morador de Tubarão, morreu afogado.
 

Ele estava só no local e tomava medicamentos controlados. No caso de Afonso, um familiar deveria estar presente ou ele deveria banhar-se próximo ao um posto de salva-vidas, como sempre é recomendável.
 

Os bombeiros da região já estão atendendo em pelo menos 15 postos em praias e lagoas de Laguna, Jaguaruna e Imbituba.
Outra recomendação é banhar-se acompanhado de uma pessoa (amigo ou parente) que saiba nadar bem. Crianças nunca devem banhar-se sem o acompanhamento de um adulto. Também não é aconselhável nadar após a ingestão de bebidas alcoólicas e de alimentos.
 

O índice de mortes por afogamento na região é muito alto em pontos não guarnecidos pelos bombeiros. Somente em 2009, 23 pessoas morreram nestes locais, a maioria crianças e adolescentes. Somente em Jaguaruna, três jovens de 16 anos morreram em pequenos riachos em 2010.
Nos últimos dois anos, não foram registradas mortes nos balneários da região onde atuam salva-vidas.