#ParaTodosVerem Na foto, a golpista Kelly Samara dos Santos
A estelionatária Kelly Samara, quando foi presa pela Polícia Civil em maio de 2011, em São Paulo - Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Laguna encerrou o inquérito da morte de Kelly Samara dos Santos, de 33 anos, conhecida nacionalmente como a “golpista de luxo”. A investigação concluiu que não houve participação de terceiros e a queda da sacada do apartamento, no 4º andar, no bairro Mar Grosso, em Laguna, foi acidental e provocada pela própria sul-mato-grossense. Ainda conforme a polícia, após analisar as imagens do circuito de segurança e ouvir testemunhas, o inquérito foi encaminhado à 2ª Promotoria, que defendeu o arquivamento do caso.

Na madrugada do dia 18 de fevereiro deste ano, por volta das 3 horas, Kelly e o namorado teriam discutido ao chegar em casa. Na época, o homem disse à polícia que ela teria caído após ter ameaçado se jogar quando ele disse que gostaria de terminar o relacionamento. O namorado alegou ainda que chegou a segurar Kelly e levar para dentro do apartamento algumas vezes, mas que ela estava alterada por ter ingerido medicamentos controlados e bebida alcoólica e acabou saindo novamente.

Ainda conforme o depoimento do rapaz á época, Kelly retornou à sacada e se sentado sobre o mural e começou a se balançar para frente e para trás, como em um balanço. Foi quando ela se desequilibrou e não conseguiu se segurar. Após a investigação e perícias, a versão acidental acabou comprovada. Natural de Amambai, no Mato Grosso do Sul, Kelly começou a aplicar golpes aos 13 anos.

Um de seus crimes mais famoso foi o furto de uma gravura do pintor espanhol Juan Miró, avaliada, na época, em US$ 18 mil. Para isso, ela seduziu o filho do dono da galeria Portal Galeria de Artes, em São Paulo, e aos poucos foi ganhando acesso ao local. A obra de arte foi vendida por ela por US$ 1 mil. A cidade de Dourados foi a última cidade em que Kelly foi presa, logo depois de dopar e roubar um empresário de Ponta Porã com um “boa noite Cinderela”. Em 2012 ela ganhou o direito de ir para o regime semiaberto e assim que saiu da cadeia, fugiu.

Fonte: Polícia Civil de Laguna

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul