Maycon Vianna
Tubarão

O trânsito de Tubarão continua a fazer vítimas. Muitas vezes, o problema está relacionado à imprudência dos condutores e também à má sinalização das ruas. Um acidente ocorrido na rua Prudente de Moraes, o conhecido Morro do Canudo, no centro de Tubarão, deixou os moradores preocupados.

A colisão ocorreu na noite da última quarta-feira, às 21h09min. Uma moto CG Honda 125 cilindradas colidiu com uma moto Honda Biz, ambas de Tubarão, que teve o banco arrancado. Houve duas vítimas, entre elas uma jovem de 25 anos, Janaína Quirino Nunes, grávida de dois meses, que perdeu o filho e está em coma, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição. Um rapaz da mesma idade, condutor da outra moto, também foi encaminhado ao HNSC com ferimentos.

A colisão transversal ocorreu na descida do morro. “Os motoristas descem muito rápido na rua Prudente Moraes. Muitos não tomam cuidado com as ruas transversais. Se não houver mais consciência do controle da velocidade, haverá muitos acidentes”, alerta o estudante Márcio Gonçalves Oliveira, morador da localidade.

Uma das reivindicações de quem circula pelo Morro do Canudo diariamente é quanto à lombada localizada ‘no pé’ do morro. “Não está bem localizada esta lombada. Ela serve mais de rampa para motociclista pular e empinar o veículo do que para diminuição da velocidade”, destaca outro morador do local, Antônio Carlos Silva.

A equipe do Notisul ficou na subida do Morro do Canudo na tarde de ontem. Em cerca de 15 minutos, seis carros e 12 motocicletas passaram pelo local visivelmente com a velocidade acima da permitida, que é de 40 quilômetros por hora. A falta de placas que orientam o limite de velocidade intensifica o perigo.