O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais anunciou, no final da noite desta segunda-feira (28), a morte do cão Thor, que atuou nas buscas por vítimas dos desastres de Mariana e de Brumadinho.

O animal tinha 5 anos e dois meses e era da raça border collie. De acordo com a corporação, Thor tinha leishmaniose e morreu em decorrência de um quadro de pancreatite, neste sábado (26). 

Ainda segundo os bombeiros, o animal começou a ser tratado quado os sintomas da doença apareceram. Contudo, a enfermidade se espalhou rapidamente.

Para o Corpo de Bombeiros, o trabalho do cão era “referência nacional na localização de pessoas desaparecidas”. A equipe de resgate lamentou a morte do animal e informou que Thor será cremado em cerimônia fechada.

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros/Divulgação