Na semana passada, três adolescentes, armas, munições, dinheiro e materiais para embalar drogas foram apreendidos.
Na semana passada, três adolescentes, armas, munições, dinheiro e materiais para embalar drogas foram apreendidos.

Mirna Graciela
Tubarão

A alta incidência de pontos de tráfico de drogas e frequentes disparos de armas no Morro do Taió, no bairro São Martinho, em Tubarão, tem feito as Polícias Civil e Militar aumentar o cerco na localidade. Ontem de madrugada, mais uma vez, ocorreu uma grande movimentação com a chegada da polícia no local.

Assim que notaram a presença das viaturas do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) e do serviço de inteligência da PM, muitos correram e conseguiram escapar. São usuários, olheiros e traficantes que dominam a área.
Mas um homem de 32 anos foi encontrado escondido embaixo de uma residência, na rua José Alves dos Santos Passos. Ele estava deitado e tinha uma pochete. Dentro, haviam 19 petecas de cocaína, 110 pedras de crack e R$ 93,00 em dinheiro. O homem foi conduzido à Central de Plantão Policial (CPP).

Na última segunda-feira, uma situação semelhante ocorreu. Na incursão dos policiais militares, também houve correria. Um jovem foi preso e os PMs apreenderam um revólver calibre 32, com seis projéteis intactos, e uma pistola 765, com 62 balas. Uma motocicleta com registro de furto em Braço do Norte foi recuperada, e outra apreendida porque estava com licenciamento atrasado.

Membros de facção criminosa também foram presos

Na semana passada, uma mega operação realizada pelos policiais civis da Divisão de Investigações Criminais (DIC) no Morro do Taió, no bairro São Martinho, em Tubarão, resultou na prisão de quatro homens. Três adolescentes, armas, munições, dinheiro e materiais para embalar drogas foram apreendidos.

Dos bandidos, três foram apontados (dois menores) como membros da facção criminosa ‘Primeiro Comando da Capital’ (PCC). Uma das características que identifica os integrantes do grupo são as tatuagens, com desenhos de carpas (peixe) e o símbolo yin-yang. A facção PCC surgiu em São Paulo e atua em todo o país.