Os investigadores encontraram parte da maconha com o suspeito e o restante estava enterrado nos fundos da casa  -  Foto:DIC/Tubarão/Notisul
Os investigadores encontraram parte da maconha com o suspeito e o restante estava enterrado nos fundos da casa - Foto:DIC/Tubarão/Notisul

 

Tubarão
 
Duas casas, no bairro São João  Margem Esquerda, em Tubarão, eram apontadas como locais de venda de entorpecentes, segundo várias denúncias que chegaram pelo número 197 da Polícia Civil. Nesta sexta-feira de manhã, mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelo local pelos policiais civis da Divisão de Investigação Criminal de Tubarão (DIC).
 
Duas equipes foram mobilizadas para a operação. Em uma delas, não havia ninguém e não foi encontrada droga. Já em outra, por volta das 7h40min, os policiais descobriram uma quantidade de maconha enterrada no terreno, nos fundos da casa. Inicialmente, uma bucha grande estava no quarto do suspeito, de 26 anos. 
 
Em busca pela casa, mais dez porções da droga, embaladas para a venda, foram encontradas enterradas. Uma balança de precisão digital estava escondida dentro de um vaso sanitário. O rapaz foi preso em flagrante por tráfico de entorpecentes. Depois, conduzido à DIC e, posteriormente, ao Presídio Regional de Tubarão. O rapaz assumiu a posse do entorpecente. 
 
Eletricista é preso com cocaína em Braço do Norte
A prisão de um homem com mais de um quilo de cocaína em Braço do Norte, há pouco mais de 30 dias, fez com que os investigadores da Polícia Civil, continuassem as investigações sobre o tráfico de entorpecentes. Dois mandados de prisão com possíveis ligações com o traficante foram solicitados.
Um deles foi cumprido na quinta-feira à noite. Um eletricista, de 38 anos, foi surpreendido pelos investigadores quando chegava em casa, no bairro Lado da União.
Já a outra pessoa, um jovem de 19 anos, irmão do traficante, conseguiu escapar, mas apresentou-se nesta sexta-feira na delegacia. Os dois foram autuados por associação ao tráfico e conduzidos ao Presídio Regional de Tubarão.