Wagner Silva
Gravatal

A combinação álcool e direção ao volante vitimou mais uma pessoa neste fim de semana. O acidente ocorreu por volta das 22 horas deste sábado, na SC-438.
Uma ultrapassagem realizada pela caminhonete Toyota Hilux, placas JZW 9866, conduzida por homem de 31 anos, terminou na morte do comerciante Batista Turazzi Baggio, 43, que estava em um Vectra, placas HPJ-8717, de Braço do Norte. A violência do choque foi a causa da morte. Ademar Garcia Philippi, 45 anos, caroneiro do veículo, foi encaminhado diretamente à UTI em Araranguá e o seu estado permanece grave.

O motorista da caminhonete contou aos policiais militares rodoviários estaduais (PMRE) que faria a ultrapassagem, mas recuou e colidiu com a traseira do Vectra. De acordo com os policiais, o condutor da caminhonete estava alcoolizado. O motorista recusou-se a realizar o teste do bafômetro e os policiais tiveram que fazer um termo de constatação de embriaguez.

O condutor da caminhonete foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Braço do Norte.
Após prestar depoimento, ele foi levado ao Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte, onde permanece em observação e sob a custódia de um policial. Ele responderá processo por homicídio doloso (com intenção de matar), além de perder a carteira nacional de habilitação (CNH).