A agência e estabelecimentos vizinhos permaneceram toda manhã isolada até a liberação pelo Bope  -  Foto:Stéphanie Piava/LigadoNoSul/Silvana Lucas/Notisul
A agência e estabelecimentos vizinhos permaneceram toda manhã isolada até a liberação pelo Bope - Foto:Stéphanie Piava/LigadoNoSul/Silvana Lucas/Notisul

Pedras Grandes

A agência do Banco do Brasil de Pedras Grandes foi alvo, novamente este ano, da ação dos caixeiros. Na madrugada de ontem um dos equipamentos eletrônico foi explodido e uma dinamite ficou no local, após a fuga dos criminosos.

Por volta das 4 horas, um taxista de 65 anos que trabalha na região acionou a Polícia Militar do município e disse que ouviu um forte barulho na agência da Rua Padre Antônio Maragone. Diante do relato os militares seguiram até o local e constataram marcas de vandalismo. A Polícia Civil foi acionada para investigar o caso e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) do estado, para extrair o artefato explosivo.

O tenente Marcelo Oliveira Santos relatou que as informações apontavam a participação de um veículo escuro, visto em alta velocidade nas proximidades da agência. No local um dos caixas eletrônico chegou a ser explodido, mas não ficou danificado o suficiente para que os bandidos pudessem retirar dinheiro da máquina.

Além do banco, dois estabelecimentos comerciais das proximidades precisaram permanecer isolados e evacuados até a liberação do local, por volta das 13 horas. A hipótese é que o crime tenha ocorrido após um grupo de pessoas sair em excursão.

O laudo do Bope será encaminhado para os oficiais do 5º Batalhão de Polícia Militar de Tubarão. As imagens das câmeras de segurança do banco e de residências vizinhas deverão ser analisadas na investigação.

Furto anterior
No dia 22 de abril, suspeitos invadiram a mesma agência, explodiram um dos caixas e conseguiram levar uma quantia significativa de dinheiro.