Ladrão usou marreta para estourar vidraça na RH Joias, em pleno centro de Tubarão, há pouco mais duas semanas. Caso também está elucidado pelas autoridades
Ladrão usou marreta para estourar vidraça na RH Joias, em pleno centro de Tubarão, há pouco mais duas semanas. Caso também está elucidado pelas autoridades

Tubarão

Ontem, a cidade de Tubarão registrou o terceiro crime em joalheria em menos de dois meses. Desta vez, as vítimas foram funcionários da Relojoaria e Ótica Rinaldi, localizada bem no centro comercial do município, na avenida Marcolino Martins Cabral, próximo ao Hotel San Silvestre (somente ponto de referência).

Segundo testemunhas, o assalto foi anunciado por volta das 11h30min por dois homens armados, que fugiram do local em um Fiesta Hatch preto. Eles levaram cerca de 100 relógios de diversas marcas, três tabuleiros com joias e R$ 500,00 em dinheiro. Não houve feridos.

Os ladrões fugiram em direção ao bairro Fábio Silva. O carro tinha película escura. Após diversas rondas de guarnições, e depois das autoridades avaliarem imagens de câmeras de monitoramento para obter características dos agentes, o veículo usado no assalto foi localizado. Tinha registro de furto e  placa era clonada. Até o início da madrugada de hoje, a dupla ainda não havia sido localizada. Há suspeita que seriam assaltantes da região onde o carro foi abandonado (Fábio Silva).

Entre a segunda quinzena do mês passado e este mês, os ladrões invadiram as joalherias Quevedo, no Farol Shopping, e a RH Joias, também no centro de Tubarão. Em ambos os crimes, a polícia identificou e chegou a realizar prisões. O caso foi repassado à Polícia Civil.