Tubarão

A guarnição foi acionada via Central Regional de Emergências para atender uma ocorrência de roubo. Chegando ao local, foi conversado com a vítima, um homem proprietário do Mercado Cargnin, em Tubarão, que reside em uma casa anexa ao seu comércio. Ele relatou que estava dormindo quando ouviu um estouro e ao levantar e ascender a luz foi surpreendido por um masculino, que anunciou o assalto portando um machado e dizendo estar com uma faca na cintura. O bandido ordenou por dinheiro e perguntou sobre o cofre, alegando que por ele ser dono do mercado ali deveria ter algum cofre, porém a vítima afirmou não possuir um e nesse momento entregou o dinheiro que tinha na carteira (mais ou menos R$ 110), em seguida o ladrão obrigou a vítima a seguir até o mercado e também levou o dinheiro do caixa, inclusive muitas moedas e, em sacolas de compras, ordenou que colocasse diversos produtos. Ainda roubou o notebook na casa.

Já na posse dos objetos, o larápio arrancou os fios do telefone para que a vítima não ligasse para polícia. Enquanto a guarnição confeccionava o boletim, foram repassadas as características do autor, sendo que em um curto espaço de tempo, a guarnição PM 4506 abordou o envolvido próximo ao trilho e em busca pessoal foi localizado a quantia de R$ 200 em notas pequenas de 2, 5, e 10, semelhantes ao dinheiro que foi subtraído de troco no mercado. Em conversa com o abordado, este confessou que estaria também com o notebook e teria deixado em sua casa, então as guarnições, com o apoio do PPT, deslocaram até a casa do ladrão e encontraram também todos os produtos roubados do mercado.

Foi configurado o crime de roubo, previsto no art. 157 do Código Penal devido à subtração dos objetos ser precedido da grave ameaça praticada com um machado.

Diante o exposto, foi dada voz de prisão, foi algemado. A guarnição conduziu o autor até a Central de Polícia local para os procedimentos cabíveis. O mercado possui câmeras de segurança, porém a vítima informou que só a empresa que fez a instalação teria acesso, foi então orientado a entregar as filmagens na Polícia Civil. Ninguém ficou ferido.