No período de 1° de janeiro a 20 de dezembro de 2020, o Canil (K9) de Criciúma auxiliou na apreensão de um total de 411 quilos de entorpecentes, destes, 374 quilos de maconha, 28 quilos de cocaína, 9 quilos de crack. Os números somados representam 5 vezes mais do que foi apreendido no ano de 2019, conforme o gráfico da Agência de Inteligência do 9º BPM.

No ano de 2020, somaram 89, o número de as armas de fogo retiradas de circulação, aumentando 10% em relação ao ano de 2019. O apoio dos cães no serviço policial foi essencial para que em muitas missões fosse logrado êxito na localização de drogas, armas e munições.

Para o Comandante da CPT, 1º Tenente Giovanni, ‘’Em determinadas ocorrências, foram localizados ilícitos em locais de difícil acesso aos policiais, onde o auxílio do cão, foi determinante para o sucesso da ocorrência. Drogas e armas foram localizadas enterradas, fundos falsos, entre outros locais, onde sem a presença do K-9, seriam dificilmente localizados’’.

Ele acrescenta que a raça dos cães mais utilizados para o adestramento são ‘’Pastor Alemão, Rottweiler, Labrador, porém a PM trabalha mais com o Pastor-belga Malinois que é o que tem maior capacidade de desenvolver até três atividades”.

O Soldado Rodrigo que atua K-9 no batalhão, explica que o K-9 é uma ferramenta muito eficiente e rápida na localização dos entorpecentes. “É possível localizar o ilícito em poucos minutos, o que muitas vezes levaria horas”, avalia.

“O Cão Policial Marley neste ano de 2020 foi destaque na localização de entorpecentes, tendo tido êxito em muitas ocorrências na apreensão de drogas, substituindo a altura a Cão Policial Flecha, que está se aposentando neste ano.’’ conta Rodrigo.

 

Policiamento de cães

Subordinado ao 9° Batalhão de Polícia Militar de Criciúma (9°BPM), o Pelotão de Policiamento com Cães (PPC) / K-9, pertence a Companhia de Patrulhamento Tático (CPT), comandado pelo 1º Tenente Giovanni Fagundes dos Santos. O Canil atende toda a 6ª Região de Polícia Militar (RPM).

O Pelotão possui uma equipe de sete policiais militares com cursos na área Cinotécnica Policial, Busca e Captura, Faro de Entorpecentes, Armas e Explosivos. Com um total de 9 cães, o plantel altamente capacitado está pronto para vários tipos de ocorrências.

O cão Argos (Pastor Alemão), é especializado em Faro de Explosivos, sendo que somente dois cães no Estado são homologados para esse tipo de treinamento, sendo também qualificado para atuar na área de mata em Busca e Captura, assim como o cão policial Cronos (Pastor Alemão), que além disso possui especialização para Guarda e Proteção.

O Canil conta também com os cães Flecha (Pastor-belga de Malinois), Marley (Labrador), Jäger (Pastor Alemão) e Glock (Pastor-belga de Malinois), especializados em Faro de Entorpecentes e Armas, sendo estes dois últimos também adestrados para Guarda e Proteção. Contando ainda com mais três cães, sendo o Zeus (Dobermann), Corona (Pastor-belga de Malinois) e o Kira (Pastor Alemão), que ainda estão sendo treinados para Faro de Entorpecentes, Busca e Captura e Guarda de Proteção.

 

K-9 e o Trabalho Social

O Cão Marley, além do adestramento em Faro de Entorpecentes e Armas, possui treinamento não só para desenvolver trabalhos policiais, mas também por ser mais amigável, permite que a PM desenvolva trabalhos de cinoterapia, que é uma terapia feita com o auxílio de cães.

A cinoterapia, auxilia no tratamento de várias patologias, Em Criciúma nós trabalhamos o autismo, junto a Associação de Amigos do Autista (AMA), lidando com crianças que tem dificuldade de se socializar.

Antes das restrições do COVID-19 a AMA trazia até ao Batalhão as crianças, sendo disponibilizado o espaço, o cão e o policial para auxiliar no trabalho da psicóloga.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul