Rodrigo Speck
Laguna

O 31° homicídio foi registrado na região na madrugada de ontem, em Laguna. Pouco depois da meia-noite, Mauricio de Souza Neves, de 18 anos, recebeu uma facada no peito e morreu antes mesmo de chegar ao hospital. De acordo com a Polícia Militar (PM), o motivo seria uma briga por causa de uma namorada.
O crime ocorreu no centro da Cidade Juliana. A polícia foi informada de que um homem estaria caído em uma rua, com um ferimento no peito. Quando os agentes chegaram ao local, o Auto Socorro de Urgência (ASU) do Corpo de Bombeiros já fazia o atendimento à vítima. O jovem recebeu uma facada na altura do coração, que foi suficiente para levá-lo a óbito instantaneamente.
Logo depois do crime, o autor fugiu em uma caminhonete Saveiro, com placas do município. Equipes do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) fizeram buscas pelas ruas próximas, mas não encontraram o criminoso. Conforme o delegado Flávio Gorla, o suspeito deverá se apresentar hoje, a partir das 13 horas, na delegacia. A garantia foi dada pelo advogado de defesa do acusado.
Este foi o sexto crime passional registrado na região neste ano, mas o primeiro em Laguna. Os outros ocorreram em Sangão, Orleans e Tubarão. Só na Cidade Azul, foram três assassinatos. Dois cometidos por companheiros e um provocado por um irmão da vítima, após uma discussão.