O ano de 2018 fechou negativo em relação aos crimes de homicídio na região do Vale do Araranguá. Na noite do dia 31 de dezembro, em Sombrio, um jovem de 20 anos contabilizou a 27ª vítima de homicídio.

A execução aconteceu por volta das 21h10min de ontem, segunda-feira (31), quando João Paulo Flores Manoel de 20 anos foi alvejado com dois tiros na cabeça, morrendo no local. Segundo informações, a vítima estava de bicicleta e ao passar na Rua Álvaro Silveira, entre os bairros Nova Brasília e Januária, o assassino chegou também de bicicleta e atirou contra o jovem.

Moradores das proximidades ouviram barulhos de estouros, mas devido as festividades pensaram ser foguetes e rojões. A Polícia Militar foi acionada e no local constatou o crime, isolando a área até a chegada da Polícia Civil, Instituto Geral de Perícia (IGP) e Instituto Médico Legal (IML).

A Polícia Civil iniciou as investigações para apontar a autoria e motivação do crime.

Se comparado com o ano passado, 2018 foi mais violento, forme as estatísticas, pois o número de homicídios teve um acréscimo, além de terem sido registrados três duplos homicídios – um em Balneário Arroio do Silva, onde dois jovens foram executados na beira da praia com disparos de arma de fogo; um em Araranguá, onde jovem casal foi executado a tiros no bairro Polícia Rodoviária e um em Sombrio, onde dois irmãos idosos foram mortos a pauladas e facadas, sendo que neste último, o autor do crime foi identificado e preso.

As cidades do Vale do Araranguá que registraram homicídios em 2018 foram Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Sombrio, Santa Rosa do Sul e Passo de Torres.