Um estudante de Direito de 22 anos foi esfaqueado na barriga após tentar defender a namorada de um roubo durante a festa de réveillon na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio.

Familiares de Pedro Rabelo informaram que um grupo de criminosos abordou o jovem, que caminhava pelo calçadão após a virada de ano, entre os postos 4 e 5, junto com amigos. Com medo de o grupo machucar a namorada, Pedro reagiu e foi atingido no abdômen.

“Eles foram totalmente violentos, eles falaram ‘passa tudo, passa a bolsa se não a gente vai meter a faca em vocês’, só que, na hora, quando as pessoas falam isso a gente não pensa que isso realmente vai acontecer”, afirma a namorada da vítima.

Os colegas levaram o jovem até um posto de saúde, de onde ele foi encaminhado até o Hospital Miguel Couto, na mesma região. No local, familiares informaram que a unidade estava cheia de pacientes que haviam vivenciado a mesma situação de violência na região.

A ambulância seguiu com Pedro até o Hospital Souza Aguiar, no Centro, onde foi constatada lesão no intestino grosso e em algumas artérias. Pedro passou por cirurgia e tem estado de saúde estável.

Homem morre a facadas enquanto dormia em São Gonçalo

Em outra região do Rio de Janeiro, um homem também foi vítima de um ataque a facas. Renato Batista dos Santos Júnior, de 49 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta quinta-feira (2) em São Gonçalo, na Região Metropolitana.

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, a vítima foi esfaqueada por volta das 3h, após deitar para dormir. Ele havia discutido com um colega, identificado como Kaio Engelk Quintanilha.

Segundo a corporação, Kaio foi preso em flagrante por homicídio duplamente qualificado. Um amigo da vítima, que testemunhou o crime, foi o responsável por acionar a polícia.

Kaio Engelke Quintanilha foi levado para a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo e será apresentado em audiência de custódia.