Resgatado no dia 27 de agosto, na Vila Lenzi, em Jaraguá do Sul, o gato de pelo tigrado chamado Fred foi vítima de um ato cruel que o deixou paraplégico. Inicialmente, a pessoa que o resgatou acreditou que o animal havia sido atropelado.

O gatinho foi colocado em uma caixa e levado a uma clínica veterinária. Os exames de raio-x não mostraram fratura e a segunda hipótese levantada é de que Fred teria sido atacado por outro animal.

Mais exames foram feitos e, por fim, descobriu-se que o gatinho tinha levado um tiro de chumbinho. A agressão causou fratura em uma vértebra do felino.

Desde então, Fred não caminha, só se arrasta, mas está determinado a melhorar, e por isso mostra evolução no quadro clínico. 

Tratamento e cuidados

Atualmente, Fred está sendo tratado na Clínica Schweitzer, parceira do grupo de proteção animal Bigodes & Ronrons, responsável por ele. Para tratar a lesão, o gato passará por sessões de acupuntura, com os custos pagos pela ONG. O tratamento deve ajudá-lo a recuperar os movimentos.

Com as despesas iniciais custeadas pela Bigodes, o felino, considerado tranquilo e obediente, precisa de um lar temporário ou definitivo.

ocp.news