Na província de Saga, ordens foram emitidas para as localidades de Imari, Takeo, Arita e Omachi; na província de Fukuoka, para as localidades de Kurume, Asakura e Toho; na província de Nagasaki, para as cidades de Sasebo e Matsuura; e na província de Yamaguchi, para a cidade de Ube.

Recomendações para deixar a moradia foram feitas para as localidades de Saga, Fukuoka, Nagasaki, Oita, Yamaguchi e Shimane.

Os governos das áreas afetadas pelas inundações têm solicitado aos moradores que se dirijam imediatamente para abrigos temporários.

Quem considera perigoso demais abandonar o local em que esteja é instruído a se deslocar para alguma área segura no interior do prédio em que se encontre.

———————–

Mortes registradas até o momento

Pelo menos três pessoas morreram na ilha japonesa de Kyushu devido a inundações, anunciaram as autoridades, que emitiram  alertas máximos devido às chuvas torrenciais que afetam o sudoeste do país.

O cadáver de um homem foi encontrado no carro que foi arrastado pela água no município de Saga, disse uma autoridade local à agência de notícias France-Presse.

Um octogenário morreu afogado em circunstâncias semelhantes no município de Fukuoka.

O porta-voz do Governo, Yoshihide Suga, também relatou que outra pessoa em Saga estava em estado de “paragem cardiorrespiratória” – uma expressão usada no Japão para designar uma morte que ainda não foi oficialmente confirmada por um médico.

Foto: KYODO KYODO