Mirna Graciela
Tubarão
Apesar do registro de assaltos serem constantes em Tubarão, houve uma redução de 51% deste tipo de crime no primeiro quadrimestre deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Polícia Militar. Enquadram-se nesta estimativa os roubos contra estabelecimentos comerciais, residências, pessoas e tentados (quando o crime não chega a ser consumado).

Foram 71 ocorrências registradas no primeiro quadrimestre de 2011, contra 47 no mesmo período deste ano. “É uma queda significativa e motivada por vários fatores. Um deles é o aumento de 50% no número de viaturas nas ruas, que torna a polícia mais presente nos bairros”, justifica o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Ângelo Bertoncini.

Segundo ele, outro ponto foram as inúmeras prisões realizadas na cidade. “Mas existem outras variáveis que devem ser consideradas, como o projeto que desenvolvemos para a redução de diversos tipos de delitos”, enumera o comandante.
Conforme o levantamento, a maior incidência dos assaltos ocorre entre as 18 e 23 horas, principalmente em postos de combustíveis, padarias, farmácias e supermercados.
“A população tem que tomar mais consciência de que, mesmo com as rondas policiais, é preciso ter precaução. Evitar caminhar em locais isolados e escuros, e ficar atento quando chegar em casa”, ensina Bertoncini.

Nova ferramenta ajuda na redução da criminalidade

Desde o segundo semestre do ano passado, a Polícia Militar de Tubarão conta com uma ferramenta que tem ajudado muito em várias áreas da corporação, seja no registro de ocorrências, ou no setor operacional, de equipamentos e veículos.
“É um software que nos dá informações em tempo real, chamado Qlikview”, explica o sub-comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, major Livramento. Segundo ele, a ferramenta permite que a PM direcione suas ações com maior agilidade.

A partir de todos os registros efetuados, o software faz um mapeamento das áreas de maior incidência criminal. “Desta forma, podemos agir preventivamente, com a intensificação do policiamento nestes lugares”, destaca o major. A partir da utilização da ferramenta, foi possível o desenvolvimento de um plano estratégico para a cidade.
Conforme o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Ângelo Bertoncini, trata-se de um projeto para reduzir os índices em crimes como roubos, tráfico de drogas, tentativas de homicídios e assassinatos.