Rafael Andrade
Tubarão

Um curto-circuito em uma tomada provocou um incêndio em uma casa de madeira na rua Tereza Cristina, bairro Oficinas, em Tubarão. O fogo iniciou às 17h40min e foi apagado uma hora depois. A residência, com seis cômodos, foi tomada por chamas em questão de segundos.

Duas pessoas estavam na residência: mãe e filho. Valéria Cristine Duarte, 33 anos, e Wilson Batista Duarte, 15. Segundo informações do adolescente, a fiação da casa era antiga e o incêndio poderia ocorrer a qualquer momento. “Pedimos para trocarem os fios, bocais e as tomadas, mas não foi feito o serviço. Infelizmente, a casa queimou”, lamenta Wilson.

Mãe e filho conseguiram salvar um aparelho de DVD e um ventilador. “Tudo queimou, não sobrou nada”, lastimava Valéria, em frente aos destroços.
Marcelo Amaral Paes, morador do bairro Dehon, passava pelo local e auxiliou a família. “As chamas eram fortes e a fumaça muita intensa. Tentei ajudá-los, mas não podemos recolher mais produtos. Felizmente, eles não ficaram feridos”, relata Marcelo.

Os bombeiros chegaram poucos minutos depois. Dois caminhões – de Tubarão e de Capivari de Baixo – foram utilizados. Dez homens revezavam-se em meio às chamas e à fumaça para apagar o fogo. Dezenas de curiosos pararam e lamentaram o incêndio junto aos familiares.
Na casa, ainda moravam a filha de Valéria, de 17 anos, e um irmão. “Minha irmã foi passar o Ano-Novo em Campo Bom, Jaguaruna. Saiu poucos minutos antes da tragédia”, lembra Wilson.