#Pracegover foto: na imagem há o giroflex da PM
#Pracegover foto: na imagem há o giroflex da PM

Um idoso de 85 anos foi agredido por duas prostitutas e encontrado morto dentro de casa na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, no início da madrugada desta terça-feira (4). De acordo com o boletim da Polícia Militar, o crime ocorreu por volta da meia-noite na rua Rita Lourenço da Silveira.

Conforme o 4º BPM (Batalhão da Polícia Militar), os agentes foram abordados por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) informando que um idoso foi empurrado de uma escada. Além disso, testemunhas relataram que duas mulheres saíram da casa do homem após o ocorrido.

De acordo com a PM, a vítima foi agredida pelas duas e morreu. Segundo o delegado Ênio de Matos, da Delegacia de Homicídios da Capital, o homem morava sozinho e as mulheres ainda não foram localizadas.

“Não se tem certeza se ele foi morto, pode ter sido por uma queda. O corpo não tinha sinais de violência”, avalia o delegado.

Ainda segundo a PM, um armário com cadeados no quarto do idoso foi arrombado, mas ainda não se sabe a quantia levada pelas prostitutas.

Conforme relatos para a guarnição da PM, era comum a presença de prostitutas na casa do idoso. Além disso, a vítima teria relatado que estava acompanhado de duas garotas e que teriam agredido após uma discussão.

Sequência de crimes acende alerta na Lagoa da Conceição

Uma sequência de crimes violentos, atípicos para a região, assustou quem frequenta a Lagoa da Conceição. O alerta se intensifica com a chegada da temporada e aumento de fluxo na região, e motiva um apelo pelo reforço de segurança.

No dia 8 de dezembro, um homem de 42 anos foi abordado em plena via pública e recebeu diversos disparos de arma de fogo. Um deles atingiu o rosto da vítima em raspão. Ele foi socorrido, levado ao hospital e não corre risco de morte. O suspeito, no entanto, fugiu em uma moto e não foi identificado.

O local é movimentado, principalmente nesta época do ano e no horário em que ocorreu o crime. Além disso, é próximo a uma praça infantil. Segundo o tenente-coronel do 4ºBPM, Dhiogo Cidral, foram mais de 10 disparos efetuados contra a vítima.

Segundo ele, o crime não tem qualquer relação com o que ocorreu na última semana. A PM não deu maiores informações sobre um possível aumento no efetivo para a temporada na Lagoa.

O que chama ainda mais atenção é que, menos de uma semana antes, na madrugada de sábado (4), um homem de 23 anos foi esfaqueada dentro de um restaurante que serve comida japonesa, na rua Manoel Isidoro da Silveira.

Testemunhas que estavam em frente ao estabelecimento relataram que no momento em que três homens chegaram no local, eles soltaram um rojão, e na sequência, entraram no restaurante.

A sequência incomum de crimes violentos na região remete a uma situação parecida observada em 2020 na Lagoa. Na ocasião, uma onda de furtos em lojas comerciais, além de registros de assaltos, assustou os moradores.

“Chamou a nossa atenção o fato dos arrombamentos ocorrerem em um intervalo pequeno de tempo”, afirmou, em agosto de 2020, Dhiogo Cidral.

Os crimes motivaram a PM a aumentar o efetivo na região, que estava desfalcado por conta dos protocolos de saúde da Covid-19.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: NDMais