A vida de um casal bem conhecido e querido pela comunidade terminou em tragédia nesta terça-feira (8), em Capão do Leão (RS). O crime que chocou a cidade ocorreu por volta da 17h, na rua Jaime Ferreira Cardoso, no Centro.

Hélio Dias, 89 anos, matou a esposa Cleni Dias, 80 anos, enforcada. Após cometer o crime, o idoso telefonou para um de seus filhos informando que havia matado a mulher com quem esteve casado por 67 anos. Ele foi encontrado enforcado minutos depois.

Casados há 64 anos, pais de dois filhos, tinham dois netos e um bisneto. Ela lutava contra o Alzheimer e ele contra uma profunda depressão.

A Igreja de Santa Tecla se manifestou nas redes sociais lamentando o acontecimento. Tanto dona Cleni como seu Hélio, como eram conhecidos, foram ministros da eucaristia por muitos anos, além de fazerem parte da pastoral do batismo. Hélio foi presidente da comunidade de Santa Tecla. A doença afastou-lhes da igreja e das atividades sociais.

O Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Tropeiros do Sul também era outra paixão do casal. Eles fizeram parte de várias patronagens e deixaram um legado de trabalho e amor as tradições, eram patrões de honra do CTG.

O corpo do casal está sendo velado no cemitério de Santa Tecla e o sepultamento está marcado para as 17h desta quarta-feira (9).

Foto: Polícia Civil