O jovem chegou na delegacia de Braço do Norte por volta das 22 horas de ontem.
O jovem chegou na delegacia de Braço do Norte por volta das 22 horas de ontem.

Rafael Andrade
Braço do Norte

As polícias Civil e Militar de Braço do Norte e região agiram rápido e conseguiram prender o homem acusado de tentar estuprar e matar a costureira Morgana da Silva, na madrugada de sábado, no bairro Bela Vista, em Braço do Norte.

Trata-se de um jovem de 20 anos, morador de Urussanga. Ele foi detido em sua casa, na frente da mãe, que ficou desesperada. O interrogatório do rapaz começou na noite de ontem e transcorreu durante a madrugada. O delegado Marcelo Bittencourt coordena o processo sobre o homicídio de Morgana. Este é o quarto homicídio na cidade este ano.

Por medida de segurança, o acusado precisou ser encaminhado à delegacia de Gravatal, já que dezenas de pessoas estavam na frente da delegacia de Braço do Norte para tentar linchá-lo.
Morgana estava a caminho do trabalho na empresa K2 Confecções. Como morava próximo à empresa, foi a pé. No meio do caminho, foi interceptada, teve as roupas rasgadas, foi agredida, estrangulada e asfixiada com a própria meia, que foi encontrada trancada em sua garganta.

O irmão do criminoso esteve na delegacia e declarou estar muito abalado com o assassinato. No primeiro depoimento, prestado ainda em Braço do Norte, o acusado disse não se lembrar do que fez com a jovem. Afirmou que só recorda de dois momentos daquela madrugada – um quando estava em um posto de combustíveis e outro mais tarde, quando pegou carona para retornar a Urussanga. Disse que estava ‘fora de si’ durante o crime.
O irmão relatou que o rapaz sofreu um acidente de moto há poucos meses e ‘herdou’ problemas psicológicos como sequela.

Homicídios em 2010 em Braço do Norte

• Fernando Stapazzolli, 27 anos, foi morto com dez facadas no peito, rosto e pescoço, no dia 31 de março, no bairro Beira Rio. Um traficante de 22 anos, com várias passagens pela polícia, está preso acusado de matá-lo.
• Lígia Heidemann Schueroff, 22 anos, e a amiga Simone Sebastião, 24, foram mortas, segundo a Polícia Civil, no dia 3 de junho pelo condutor de um Vectra de São Ludgero, de 27 anos, que participava de um racha e estava alcoolizado. Ele bateu o seu carro de frente no Renault Clio em que estavam as garotas. A colisão ocorreu na SC-438.
• Morgana da Silva, 24 anos, foi abusada sexualmente e morta asfixiada com a própria meia na madrugada de sábado. Um jovem de 20 anos foi preso ontem à noite.