Tubarão

Mais um homicídio ocorrido em Tubarão neste ano foi elucidado pela Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), coordenada pelo delegado Rubem Antônio Teston da Silva. O corpo da vítima foi encontrado no bairro Vila Moema, sob a Ponte Orlando Francalacci (do Quartel do Exército), no dia 1º de junho.

Ele não foi identificado. Era um homem e aparentava ter entre 20 e 30 anos. Na ocasião, a vítima apresentava várias lesões na cabeça e um afundamento em sua face. O local do assassinato é frequentemente utilizado por andarilhos e usuários de drogas, fatos que dificultaram a rápida elucidação do crime.

Nesta terça foi apontado o autor, de 28 anos, que confessou o homicídio. Ele relatou à polícia que a vítima teria uma dívida pendente com ele, e que o teria motivado a praticar o delito utilizando uma pedra. Confessou ter golpeado várias vezes na cabeça e no rosto. A DIC constatou que a vítima era um andarilho. As investigações continuam em andamento.

Dos sete homicídios ocorridos em Tubarão neste ano, três foram elucidados pela DIC e dois pela  Central de Plantão Policial (CPP). Outros dois estão em investigação.