Maycon Vianna
Imaruí

O adolescente de 17 anos que assassinou à queima roupa o jovem Horácio de Oliveira Silva, 20, por volta das 15 horas de sábado, na localidade de Rio Prainha, no município de Imaruí, se apresentará hoje, às 10 horas, aos investigadores da Polícia Civil de Imaruí. Assim, ele ‘foge’ do flagrante. O advogado do rapaz entrou em contato com a delegacia e confirmou a apresentação dele. “Foi um assassinato que mobilizou o interior do município. Logo que sair o relatório pericial, ele ficará à disposição da justiça”, constata o escrivão da Polícia Civil de Imaruí, Atanázio Mário Fernandes Lameira.

O autor do crime prestará depoimento na delegacia do município ao delegado regional de Laguna, Manoel Silveira Teixeira. “As primeiras informações que temos é que houve um homicídio doloso por motivo banal. Mas ainda é prematuro para constatar a pena judicial”, diz o delegado Manoel.

De acordo com os populares que presenciaram o crime, a discussão começou após o rapaz cobrar uma dívida de Horácio. Não satisfeito com os argumentos, o menor sacou um revólver calibre 38 e disparou um tiro que atingiu o pulmão da vítima e saiu do lado esquerdo do tórax.

Horácio foi encaminhado ao Hospital Nossa Senhora da Conceição pelo próprio pai. Assim que chegou ao hospital, ele já não apresentava mais os sinais vitais e foi constatada a morte
A vítima trabalhava como torneio mecânico e morava em Araranguá, mas era bem conhecido da comunidade de Rio Prainha, em Imaruí. Ele sempre visitava os pais nos fins de semana e era muito apegado à família.