Rafael Andrade
Tubarão

O acusado de ter matado um adolescente de 15 anos, no Morro do Bem Bom, na Vila Padre Itamar (São João margem esquerda), em Tubarão, no fim da noite de quinta-feira, foi apreendido pelo grupo do Núcleo de Investigações Criminais de Tubarão (NIC). O suspeito é um garoto de 13 anos. Ele foi encontrado dez horas após o crime, por volta das 9h50min desta sexta-feira.

O delegado da NIC, Marcos Ghizoni, investiga a possível ligação do crime com o tráfico de drogas. O adolescente foi apreendido na rua Dário Farinelli de Medeiros, também no Morro do Bem Bom, a poucos metros do local onde ocorreu o homicídio. Ele resistiu à apreensão. A arma usada no assassinato, um revólver calibre 38, estava em um matagal, ao lado da casa do menor. Estava com quatro cartuchos – munições intactas – e uma bala deflagrada.
O rapaz foi encaminhado à Delegacia da Criança, do Adolescente e de Proteção à Mulher e ao Idoso. Ele foi ouvido pela delegada Vivian Garcia Selig e levado ao fórum.

A versão apresentada pelo suspeito de assassinato no fórum foi a mesma de seu depoimento na delegacia. Ele não nega que cometeu o crime, e também não alega legítima defesa, mas não confessou a autoria. O promotor da infância e da juventude, André Teixeira Miliole, decidiu investigar mais o caso. O adolescente foi liberado por volta das 19 horas de sexta, e pode ser novamente apreendido durante ou após a conclusão do processo, que corre em segredo de justiça.

Homicídios este ano em Tubarão

• Cristiano da Silva Silvano, 35 anos, foi morto na noite do dia 16 de janeiro. Ele foi atingido por seis tiros na comunidade da Área Verde, bairro Passagem.
• Alexandre Furtado, 35 anos, foi assassinado na noite da última quinta-feira. O próprio irmão, de 16, teria o matado, com 15 facadas, após uma discussão familiar no bairro Monte Castelo.
• Um adolescente de 15 anos foi morto no fim da noite de quinta-feira, menos de duas horas depois de um outro assassinato. O menor foi morto por outro garoto de 13 anos, com um tiro nas costas.