#PraCegoVer Na foto, uma viatura da Polícia Militar com o giroflex ligado
- Foto ilustrativa

Apavorada, uma mulher telefonou para a Central Regional de Emergência (CRE), por volta da 1h20min desta quinta-feira (31), para pedir ajuda da Polícia Militar. Moradora do bairro Santista, em Orleans, o ex-marido havia invadido a sua casa e tentava agredi-la. Uma guarnição foi deslocada para o endereço e chegou em poucos minutos, pois a mulher tem uma medida protetiva de urgência contra ele. Quando os policiais chegaram, o homem tentava deixar o lugar. Ele tinha um corte no antebraço direito e o Samu foi chamado para o atender. O homem estava completamente embriagado e alterado. Mesmo com muita dificuldade, os policiais fizeram uma busca pessoal, mas nada ilícito foi encontrado.

Ele carregava apenas um telefone celular. Em depoimento, a mulher contou aos policiais que chegou em casa e encontrou a janela do seu quarto quebrada. Ela estava do lado de fora da casa, quando o ex-marido, que estava dentro da casa, tentou agarra-la e puxa-la pela janela. Ela conseguiu desvencilhar-se e chamar a PM. Na ação, ele cortou o braço no vidro. O homem foi encaminhado para o Hospital Santa Otília, para fazer um curativo. Depois, foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Criciúma onde foi autuado pelo descumprimento da ordem protetiva.

Informações: 2º Pelotão de Polícia Militar em Orleans
Texto: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul