#PraCegoVer Na foto, a fachada do Fórum de Jaguaruna
- Foto ilustrativa | TJSC | Divulgação

Sob a presidência do juiz Rodrigo Barreto, titular da 2ª Vara da Comarca de Jaguaruna, o Tribunal do Juri condenou um homem a 21 anos de reclusão por duas tentativas de homicídio qualificado, contra sua ex-companheira e a vizinha que tentou socorrê-la. Segundo a denúncia do Ministério Público, em dezembro de 2020, na cidade de Sangão, o acusado, hoje com 40 anos, foi até a casa da vítima, uma mulher de 60 anos, para tentar relatar o relacionamento que tinham, mas ela declarou que isso não era de sua vontade. Foi quando ele buscou uma faca no interior da residência e desferiu um golpe contra a ex-companheira. A mulher gritou por socorro e foi amparada pela amiga e vizinha, de 61 anos, que também foi esfaqueada.

Outros vizinhos escuram e chamaram socorro emergencial para atendê-las. A vizinha sofreu lesões que causaram risco de vida – ela necessitou de suturação do fígado, retirada do baço e sofreu parada cardiorrespiratória. A ex-companheira teve um ferimento de menor gravidade. O réu foi condenado por tentativa de homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, e tentativa de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima, a 21 anos e quatro meses de reclusão, em regime inicialmente fechado. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

– Foto ilustrativa | TJSC | Divulgação

#PraCegoVer Na foto, a fachada do Fórum de Jaguaruna