#ParaTodosVerem Na foto, um juiz togado segura uma malhete
- Foto ilustrativa | Divulgação

Após denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) pelo crime de latrocínio, a Vara Criminal da Comarca de Braço do Norte condenou um homem a 27 anos, dois meses e 20 dias de reclusão, em regime inicial fechado. Ele foi condenado pelo assassinato de uma mulher, de origem paraguaia, em janeiro de 2021. Ficou comprovado que o réu a matou, com um golpe de ‘mata-leão’, para se apropriar dos aparelhos celulares da vítima. De acordo com a titular da 1ª Promotoria de Justiça de Braço do Norte, o corpo da mulher foi encontrado no banheiro do imóvel que ela locava, no bairro Rio Bonito.

A Polícia Militar foi chamada pelo proprietário, que não via inquilina há dois dias, o que não era comum. O corpo não apresentava lesões, traumas ou perfurações. Contudo, os investigadores da Polícia Civil atentaram que não havia chave na parte interna da fechadura da quitinete e foram encontrados apenas os carregadores dos aparelhos celulares da vítima. Estes detalhes chamaram a atenção dos agentes e, após meses de investigação minuciosa, os policiais civis identificaram, principalmente por meio da quebra de sigilo telefônico, que o réu se apropriou dos celulares da mulher e que esteve no local do crime no horário de sua morte.

Diante disso, ficou claro que o intento do réu era patrimonial, ou seja, roubar bens da vítima, o que levou ao entendimento do MPSC pelo crime de latrocínio, que é uma forma qualificada do crime de roubo, com aumento de pena quando a violência empregada resulta em morte. “A condenação firme pelo Poder Judiciário, nesse caso de latrocínio, é o resultado do trabalho conjunto das instituições, conseguindo-se dar o desfecho necessário a um caso até então sem resolução”, anotou a promotora de justiça que atuou no caso. Na sentença, cabível de recurso no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), o juiz manteve a prisão preventiva anteriormente decretada.

Fonte: Ministério Público de Santa Catarina

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul