O homem que matou a ex-companheira Lourdes Clenir Oliveira de Melo, de 48 anos, no dia 9 de janeiro, em Estância Velha (RS), e abandonou o corpo no porta-malas do próprio carro em Içara, “caçoou da morte” diz o delegado da Polícia Civil de Estância Velha (RS) Rafael Sauthier. Ele foi preso no dia 18 de fevereiro em Sapucaia do Sul (RS) e no momento da prisão, utilizou o Direito Constitucional de ficar em silêncio.

Conforme o delegado, a justiça autorizou a escuta telefônica do aparelho celular do criminoso onde ele confessa o crime diversas vezes. “Nas ligações, inclusive com familiares, ele admite o crime, diz que vai se matar, que se fosse preso ia reagir e atirar contra a polícia. Ele também fez pouco caso, caçoou, brincou com a circunstância da morte de Lourdes”, relata Sauthier.

O delegado ainda conta que no dia 10 de fevereiro familiares da vítima fizeram postagens nas redes sociais registrando que completava um mês da morte de Lourdes. “Nesse dia, em conversas de telefone com alguns parentes ele dava risada e dizia: mal sabe a família que ela não morreu dia 10, que eu matei ela no domingo, dia 9”, conta o delegado. As gravações telefônicas não foram divulgadas para não prejudicar as investigações.

 

Sobre o caso

Lourdes foi encontrada no porta-malas do próprio carro no dia 12 de janeiro no bairro Barracão, em Içara. O veículo estava abandonado há pelo menos dois dias no local.

Após o alarme do automóvel disparar, os moradores da rua acionaram a Polícia Militar que encontrou o corpo no porta-malas. Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento que o criminoso abandona o carro com a vítima dentro.

O acusado percorreu três cidades até retornar para o Rio Grande do Sul e ser encontrado. Ele tem antecedentes criminais por feminicídio, descumprimento de medida protetiva de urgência, tráfico internacional de entorpecentes, estupro, roubo a pedestre, roubo a estabelecimento comercial, roubo a veículo, desacato, ameaça, embriaguez ao volante, porte ilegal de arma de fogo, furto e receptação.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Litoral Sul