Dois crimes causaram grande comoção pelos requintes de crueldade em Itapema, em Santa Catarina. Um feminicídio e um homicídio ocorreram na cidade.

Um homem envenenou sua ex-mulher Josiéli Lopes, de 36 anos, e o filho de ambos, um recém-nascido de 3 meses. Depois, enterrou os corpos em uma área de matagal, localizada na cidade de Rio dos Cedros.

Conforme relato do acusado, a suposta motivação dos crimes foi por ele ter descoberto que sua ex-companheira estava se relacionando com outra pessoa.

A mãe e a criança desapareceram no último dia 15. O homem chegou a ir na delegacia para registrar o sumiço, mas havia contradição em suas declarações, o que despertou a atenção da Polícia Civil (PC).

O Setor de Investigações Criminais (SIC) da PC de Itapema colheu provas que apontavam que ele teria matado a ex-companheira e o filho e enterrado os corpos. Também foi descoberto que o homem mandava mensagens do aparelho de celular da vítima para tentar enganar os familiares que estavam a sua procura.

Foi representada pela prisão temporária do acusado e deferida pelo Judiciário. Cumprida a prisão na madrugada desta quarta-feira (23), ele confessou que matou a ex-companheira e o filho, em tese, por envenenamento em carne. Com o apoio de policiais civis de Rio dos Cedros, no bairro Cedro II, zona rural, o homem apontou onde enterrou os corpos em meio à mata.

O IGP e o IML compareceram para a realização das perícias. O apoio da DPCAMI da Palhoça e da DPMU de Rio dos Cedros foi essencial para o esclarecimento do caso.

Local onde os corpos estavam enterrados em Rio dos Cedros

Fotos: Destaque/Divulgação/Local onde os corpos estavam: Polícia Civil de Itapema/Divulgação Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul