Karen Novochadlo
Tubarão
 
Um acidente levou à morte de um homem de 49 anos ontem, por volta das 12 horas, no bairro São Martinho, em Tubarão. Célio Correa Cardoso morreu no local, após ter a cabeça prensada por um basculante de um caminhão, que estava carregado com pedras. 
 
Ele e um colega retiravam pedras da caçamba de uma Scânia. O veículo estava atolado na rua José Alves dos Santos Passos, a mesma da Escola Martinho Alves dos Santos. Para prender o basculante, os trabalhadores usaram um pedaço de madeira como suporte. Uma pedra caiu sobre o pedaço o madeira, o que provocou a queda do basculante. 
 
O caso será investigado pela Polícia Civil. Tudo indica que tenha sido um acidente de trabalho. Célio era casado.
 
No mês passado, um acidente similar ocorreu no trecho em obras de duplicação da BR-101, em Jaguaruna, perto da Cejatel Revestimentos. O motorista Samuel Antonio Bernardino, de 48 anos, morreu ao ser prensado por uma caçamba de caminhão. 
 
A vítima depositava material em uma passagem inferior de pedestre e, após despejar a areia, acionou a caçamba para baixar, processo que demora cerca de 50 segundos. Neste meio tempo, Samuel foi verificar o escapamento do caminhão, que estava quebrado e, com isto, em cima do chassi, não percebeu que a caçamba descia.
 
Ele ficou preso e foi comprimido pela caçamba. Outro operador subiu no caminhão, a levantou e o motorista desprendeu-se, porém, já havia falecido.