#PraCegoVer Na foto, um policial militar
- Foto ilustrativa | Divulgação

Após o recebimentos de uma série de denúncias de membros de um grupo de voluntários da causa animal de Imbituba, a Agência de Investigação do 34º Batalhão de Polícia Militar (34BPM) fez a apuração dos fatos. Com as averiguações, uma Radiopatrulha foi deslocada para o endereço, no bairro Vila Alvorada. No local, os policiais também falaram com vizinhos e todos contaram a mesma história: o homem maltratava a cachorra com frequência. Até então ninguém tinha conseguido flagrar ou registrar os fatos. Mas hoje algumas pessoas viram a oportunidade e não deixaram passar: fotos e vídeos do homem levantando a cadela pelas orelhas ganharam as redes sociais e também foram mostradas para os policiais da Radiopatrulha.

Com as evidências, o crime ficou caracterizado. Mas o suspeito acabou sendo denunciado por outro delito. Sua companheira aproveitou a presença dos policiais e se sentiu segura para o denunciar por violência doméstica. Segundo seu relato, o homem tem um temperamento explosivo e passou a agredi-la física e psicologicamente com regularidade há um certo tempo. Diante dos testemunhos, os policiais deram voz de prisão para o suspeito pelos crimes de violência doméstica e maus-tratos a animais. Ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Imbituba para os procedimentos cabíveis.

Fonte: 34º Batalhão de Polícia Militar em Imbituba
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul