A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta terça-feira (26), em São Ludgero, um homem de 42 anos. De acordo com o órgão de segurança pública, ele possuía e compartilhava na internet material de pornografia infantil. A prisão ocorreu em operação para cumprimento de mandado de busca e apreensão.

Ele fazia uso de softwares para compartilhamento dos arquivos com usuários de diversos países. A investigação teve início por meio de relatórios de informação feitos pela PF que identificou um usuário que baixou e compartilhou milhares de arquivos de imagens e vídeos de pornografia infantil.

De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o crime de compartilhamento de arquivos de pornografia infantil, está previsto no artigo 241-A. Aquele que cometer o ato é punido com pena de reclusão de três a seis anos. Por outro lado, o crime de posse de arquivos de pornografia infantil, tipificado no artigo 241-B, é punido com pena de reclusão de um a quatro anos.