Um homem de 31 anos foi condenado a 11 anos e quatro meses de prisão por tentativa de homicídio, em sessão do Tribunal do Júri realizada esta semana na comarca de Tubarão. Segundo consta na denúncia, o crime aconteceu em junho de 2013, quando, a mando do réu, dois homens esperaram a vítima sair de um curso de batismo para a matar. 

O homem teria deixado seus familiares, incluindo o filho de seis meses, para ir pegar seu automóvel em uma rua próxima ao local do curso. Ao entrar no veículo, ele foi surpreendido pelos dois criminosos que efetuaram quase 20 disparos, sendo que a vítima foi atingida por sete tiros. Porém, mesmo gravemente ferido, ele conseguiu dirigir o suficiente para se afastar do local do crime, perdeu os sentidos, mas foi socorrido pelos bombeiros e sobreviveu.

A motivação do crime seria relacionada a disputa por ponto de venda de drogas na cidade. O Conselho de Sentença reconheceu que a tentativa de homicídio foi praticada com as qualificadoras de motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.