Imbituba

 
Um homem de 29 anos foi autuado em flagrante por estupro na noite de quinta-feira, em Imbituba, e encaminhado à Unidade Prisional Avançada (UPA). Segundo a vítima, uma jovem de 19 anos, ela chegava na residência onde trabalha como diarista, no bairro Guaiúba, quando foi abordada na porta pelo acusado, que mora nas proximidades. 
 
Conforme contou à polícia, o homem a ‘apagou’ ao tapar a sua boca e, quando acordou, por volta do meio-dia, estava na casa do suspeito, deitada na cama, nua. A jovem colocou a roupa e escondeu-se em um terreno baldio. Depois, alguém a levou para o Hospital São Camilo, onde foi confirmado que houve relação sexual. 
 
“Apesar de eu ter lavrado a prisão, ainda existem algumas contradições que devem ser investigadas mais a fundo”, declarou o delegado Carlos Diego de Araújo. O suspeito foi encontrado cerca de três horas depois, em um matagal, pelo pai da vítima, que chamou a Polícia Militar. 
 
O homem disse na delegacia que não ocorreu estupro e que a moça manteve relação sexual por vontade própria. A jovem alega ter sido dopada pelo suposto agressor e estava desmaiada durante a violência. As investigações sobre o caso prosseguem.