Um homem, de 51 anos, atirou contra um vizinho, ateou fogo na própria casa na manhã desta terça-feira (19). O caso ocorreu na rua das Acerolas, no bairro Madri, em Palhoça, na Grande Florianópolis.

As informações iniciais, repassadas pela Polícia Militar, apontam que o homem teria atirado aproximadamente sete vezes contra o vizinho que morava na frente de sua casa. A vítima foi identificada como sendo um empresário do ramo da construção civil, de 50 anos.

Ele manobrava um carro para sair da garagem quando foi surpreendido pelo vizinho. O vidro dianteiro e lateral do automóvel ficou estilhaçado pelas balas. O filho da vítima, que estava em outro carro auxiliando o pai na manobra, não foi atingido.

Uma motorista de aplicativo que passava pelo local foi quem socorreu a vítima e a levou para o Hospital Regional de São José. Após o crime, o atirador retornou para casa e ateou fogo em parte do imóvel. Na sequência, ele teria tirado a própria vida com um tiro.

 

Galões de gasolina e cartas

Ainda de acordo com a Polícia Militar, havia uma desavença entre vizinhos. O autor dos disparos morava sozinho e estaria armado com uma pistola e uma faca.

Bombeiros militares foram acionados para combater o incêndio na casa dele. Havia focos em uma edícula nos fundos da residência, no andar térreo e no segundo pavimento do imóvel.

No local, foram encontrados materiais combustíveis, como garrafas pet e galões com gasolina e ainda roupas amarradas em tiras embebidas do líquido inflamável.

Foram localizadas cartas que indicam que o crime foi premeditado. A polícia também teria recolhido uma folha de papel com nomes de vários moradores da rua, inclusive, do homem alvejado e seus familiares.

Vizinhos relataram à polícia que o homem que morreu sofria de esquizofrenia, apresentava sinais de depressão profunda e estava em tratamento contra um câncer. A Polícia Civil apura as circunstâncias e a motivação do crime.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: ND+